Quinto Andar: o app que está revolucionando o mercado imobiliário

O Brasil recebeu muito bem as startups e fintechs, que estão revolucionando várias áreas do mercado. Empresas como o Nubank, a Toro Investimentos, o Creditas tem reinventado as regras de seus nichos de mercado, acelerando a necessidade de inovação constante para manter a competitividade.

No caso do mercado imobiliário, o processo de economia dos aplicativos chegou com tudo, especialmente por meio do aplicativo Quinto Andar que tem por objetivo garantir a comodidade, segurança e os melhores custos para seus clientes.

O Quinto Andar é uma plataforma cujo escopo é intermediar os processos de aluguel de imóveis residenciais, da maneira mais rápida, cômoda e segura o possível.

Desse modo, o aplicativo concentra em si todo o trabalho dos corretores imobiliários: desde a prospecção do negócio até a assinatura do contrato, incluindo uma eventual rescisão.

A plataforma foi desenvolvida para ligar os dois agentes interessados nos processos de locação de imóveis: inquilinos e proprietários. Para atender os dois públicos diferentes, o Quinto Andar desenvolveu aplicativos específicos para cada um desses grupos: 1 para o inquilino (azul) e 1 para o proprietário (branco).

O APLICATIVO AZUL (específicos para os inquilinos)

O aplicativo azul é uma plataforma que mostra as melhores opções de locação para o cliente, seguindo os filtros pré-selecionados por ele. O Quinto Andar possui algumas vantagens sobre as plataformas tradicionais:

• Não há necessidade de conseguir um fiador, ou pagar um seguro fiança ou mesmo um depósito caução;
• Visitas aos imóveis agendadas de forma online, além de a negociação ser feita diretamente com o proprietário;
• Processo otimizado, levando a um aluguel rápido e sem depender de mais ninguém;
• Processo de contratação feito digitalmente, sem filas ou perda de tempo em cartórios.

Mais uma vantagem do Quinto Andar:

Para quem esteja considerando a possibilidade de trocar o aluguel por um financiamento, o Quinto Andar possui um simulador de financiamento imobiliário que ajuda a comparar os custos entre assumir esse tipo de compromisso com o custo de se manter no aluguel. Assim o cliente pode decidir qual é a melhor opção para sua vida financeira.

O APLICATIVO BRANCO (para proprietários)

Para os proprietários a vantagem é que com os sistemas simplificados do Quinto Andar, que propiciam o aluguel mais rápido, tranquilidade e compromisso com o pagamento. Além de acompanhamento em cada etapa do processo de locação:

1. Prospecção
Quando um proprietário tem um apartamento disponível para aluguel, desde que o imóvel esteja totalmente desimpedido, ele pode ser anunciado pela Quinto Andar. Para isso, o proprietário deve procurar a empresa e manifestar o interesse em alugá-lo por meio da plataforma, então o cadastro do imóvel é feito. Então uma equipe de corretores da Quinto Andar irá até o local para fotografá-lo, vistoriá-lo e seguir com as burocracias pertinentes. Assim o imóvel fica à vista para possíveis interessados.

2. Visualizações, visitas e propostas
As visualizações são feitas online, as visitas são marcadas pelos futuros inquilinos online, e os corretores não controlam os horários disponíveis para visitas (a autonomia é totalmente do cliente que marcam os horários para si, dentro daqueles que o aplicativo considera: segunda a sexta-feira de 8h às 17h e sábado de 9h às 14h). Então o app designa um corretor da listagem que o próprio aplicativo disponibiliza.

Importante: o proprietário é quem escolhe e autoriza quais são os horários e dias disponíveis para visitação de seu imóvel. Além disso, se o proprietário desejar suspender temporariamente as visitas, ele pode fazê-lo a qualquer momento.

E, ah! Caso o proprietário deseje, o aplicativo possibilita a instalação de um porta-chaves na porta de seu imóvel, para que a qualquer hora um corretor possa levar um cliente.

3. Como funciona a negociação das propostas:
As negociações são simples e intermediadas pelo aplicativo, entre o cliente e o proprietário. Vista a proposta, o cliente pode aceitar a oferta ou fazer uma contraproposta, diretamente pelo aplicativo. O aplicativo entra em contato com o proprietário enviando a contraproposta além de informações do cliente cedidas por ele mesmo.

Quando há envio de contraproposta, o novo valor proposto é informado, bem como os custos de intermediação e o valor líquido a ser recebido. Esse processo de negociação e novas proposições podem ser feitas até que as partes entrem em acordo ou desistam do negócio, desde que não expire o prazo máximo de três dias.

4. Conclusão da negociação e acerto formal da locação
Quando uma das propostas é aceita pelas partes, o inquilino deve encaminhar a documentação exigida pela plataforma, além de um comprovante de renda para análise. Enquanto isso, o aplicativo pedirá ao proprietário que atualize seus dados, enviando também uma cópia de determinados documentos.

Quando as documentações das duas partes forem analisadas e validadas, o contrato de aluguel deverá ser assinado de forma online, sem envolvimento de cartórios ou outras burocracias.
O contrato de locação segue normalmente seu curso, inclusive no que diz respeito a deveres e obrigações de cada parte.

Leave a Reply